Seguidores

segunda-feira, 2 de março de 2009

Só queria falar do vento...

Era muito
Que de tanto me tocar,
E eu não ver,
Aturdia-me.

Era um enlace
De desejos meus,
Vontades minhas,
Com uma essência outra
Que se estava ausente

Era um desprender-se do corpo
Um deslocamento de alma
Um dar de mãos
Com mão alguma

Era saciar a sede na maresia

Era saudade que se fazia
Soberana

Um comentário:

K.Portes Leão disse...

Era saciar a sede na maresia
E era ceder maresia à sede.

Dei uma boa duma cafungada nesse cheiro bom de mar - no azul da cama - e fui dormir você.

Meu amor.